Nessie: o verdadeiro tesouro da Escócia!

Contadores...

Assinar Feed Assinantes

Seguir no Twitter Seguidores

Artigos publicados Artigos

Comentários recebidos Comentários

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Deus, obrigada pelo livramento...

Somos muito frágeis, é até engraçado como as coisas acontecem em questão de segundos, você pode acordar como de costume, se arrumar e ir trabalhar e talvez não chegue a seu destino...

Esta manhã foi uma manhã como outra qualquer, me arrumei como sempre e sai de casa um pouco mais tarde que o habitual. Infelizmente peguei o ônibus com um motorista que não gosto, ele corre demais, freia em cima, vira nas curvas muito rápido e as pessoas que estão em pé por vezes não conseguem segurar-se muito bem.

Eu estava sentada como de costume lendo meu livro, fico bem atenta a todos os movimentos mais abruptos do ônibus e quando ele tentou frear não conseguiu, foi uma pancada enorme, a porta do carro entrou quase toda para dentro do lado do passageiro e foi bem do lado que eu estava, vi o estado do carro. A moça que estava ao meu lado com o impacto foi para frente e bateu a cabeça no vidro, muitas pessoas escorregaram, derrubaram coisas, se espremeram nos ferros já que o ônibus estava meio cheio ainda. Foi uma sensação muito ruim...

Agradeço a Deus pelo livramento, todos desceram tranquilos, conversando e não vi ninguém machucado, desta vez foi mais o susto e se não houvesse uma segunda vez? E se a pancada tivesse sido mais forte e nesta hora eu não estivesse mais viva? Às vezes as coisas acontecem para pararmos e refletirmos mais nas coisas que andamos fazendo...

“Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”. 1 Tessalonicenses 5:18

 
 

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Fotografias Post Mortem, prática comum na Era Vitoriana

[ATENÇÃO] Esse álbum não é aconselhável para aqueles que são sensíveis a tal assunto. Na dúvida, leia o texto abaixo e julgue se está apto a visualizar o álbum.

Quando pensamos nas fotografias conhecidas como "Post Mortem" não devemos ser assolados por um sentimento de assombramento ou desconforto. Tais sentimentos, todavia, podem ser naturais, uma vez que a prática de se registrar um ente querido após a sua morte não seja mais utilizada na sociedade atual.

Porém, houve um tempo em que a prática era comum. Na Era Vitoriana¹, as fotografias post mortem ficaram muito famosas após a própria realeza inglesa se utilizar dela para o registro de entes queridos que haviam morrido.

Vale lembrar que o registro fotográfico data da primeira metade do século XIX, em 1826, quando foi tirada a primeira fotografia. Ao longo dos anos de 1800, esse serviço foi muito caro e, portanto, considerado luxo. Contudo, em 1839 surgiu uma técnica fotográfica conhecida como daguerreotipo².

Numa época em que os trabalhos de um estúdio fotográfico eram caros e o processo de fotografar era lento, já que as câmeras demoravam muito tempo para capturar a imagem, o daguerreotipo socializou em partes a produção de registros fotográficos, uma vez que era uma técnica mais barata e mais rápida.

Entretanto, ainda sim era cara o suficiente para impedir que as pessoas pudessem tirar várias fotografias de si e da família ao longo dos anos, restando apenas a estratégia de guardar dinheiro para que, pelo menos, fosse possível pagar por uma foto de seu ente querido após a morte.

Apesar de tudo isso, as fotografias post mortem surgiram, primeiramente, para que os pais pudessem guardar imagens de seus filhos, quando estes morriam. Exatamente como fora dito anteriormente, o processo de captura da imagem era por deveras lento e fotografar uma criança, que muitas vezes ficava impaciente, era um trabalho em dobro; juntando-se a isso tinha a questão do preço do serviço prestado pelo estúdio fotográfico.

Tudo isso fez com que as fotos tiradas em vida das crianças da família fossem um serviço de luxo apenas ao alcance dos mais afortunados. A solução para o problema, juntamente com o fato de na época a mortalidade infantil ser alta, foi fotografar as crianças que haviam morrido, surgindo as post mortem. Dessa forma, os familiares ainda poderiam ter o registro da criança.

Exatamente pelos motivos apresentados para a prática que as fotografias post mortem não devem ser vistas com assombramento ou espanto, pois elas, além de serem arte, eram, talvez, o único registro de um ente querido. Elas carregam, portanto, mais do que arte, mas sentimentos. O serviço para se registrar uma post mortem variava. Para que se assemelhassem às fotos que eram tiradas quando as pessoas ainda estavam vivas, por exemplo, o fotógrafo realizava um verdadeiro trabalho de arte. Havia toda uma produção para que a pessoa que se queria registrar saísse o mais natural e semelhante em vida possível.

Assim, recursos de iluminação, maquiagens (pintura dos olhos), produção de cenário e vestimentas eram pensados e planejados de forma profissional e com exímio nos mínimos detalhes, de forma a garantir um cenário natural. Algumas vezes eram necessários recursos extras de produção, como estruturas em madeiras ou ferro para sustentarem os corpos das pessoas mortas, dando-lhes a naturalidade que possuíam em vida. Por outro lado, existiam aqueles que não se importavam que seus parentes mortos fossem fotografados dentro de caixões, sem grandes produções artísticas, ainda que houvesse a preocupação em se produzir um cenário para a foto.

Por todos esses fatores, as fotografias post mortem podem ser consideradas registros de arte e uma homenagem àqueles que se foram. Com o tempo, as fotos começaram a ficar mais acessíveis às pessoas com a evolução das técnicas fotográficas e as post mortem foram abandonadas aos poucos, restando apenas aquelas tiradas de crianças muito pequenas para a lembrança da família.

Por fim, esse tipo de fotografia ficou marcado como uma das características e curiosidades da Era Vitoriana. Entretanto, as post mortem ganharam popularidade apenas após sua menção na cultura popular atual, por exemplo no filme norte-americano “Os Outros”. A partir daí, passaram a ser conhecidas pelo grande público, todavia muita gente ainda encará-las como imagens sinistras, de mau gosto e como um tabu na sociedade atual. Ainda assim, muitos fotógrafos contemporâneos fazem desse tipo de fotografia como arte. Alguns exemplos que podem ser citados são Andres Serranos e Joel-Peter Witkin. O primeiro registra corpos de pessoas que faleceram de forma violenta, já o segundo mutila corpos de indigentes e os coloca nas posições desejadas para a produção de uma fotografia artística.

Tabu ou não, o fato é que as fotografias post mortem eram vista com naturalidade no século XIX e eram um pedaço e a representação da cultura e organização social da época.

¹ A Era Vitoriana compreendeu o reinado da Rainha Vitória, que vai de 20 de junho de 1837 e finda em 22 de janeiro de 1901 com a morte da rainha Vitória.

² A técnica daguerreotipo foi o primeiro processo fotográfico de sucesso em sentido comercial. Foi inventado por Louis-Jacques-Mandé Daguerre e condiz com um processo fotográfico sem a produção de uma imagem negativa, mas apenas um positivo em baixo relevo em tons de cinza.

Texto de
Talita Lopes Cavalcante
Administração Imagens Históricas













 

terça-feira, 9 de abril de 2013

Hotel comestível, o 1º do mundo...

Você já imaginou passar pelo menos uma hora na casinha do João e da Maria no meio da floresta??? Comer todas aquelas guloseimas e depois voltar a sua realidade? Isso já é possível!!!
 
A maior marca de açúcar da Grã-Bretanha a Tate & Lyle inaugurou o primeiro hotel COMESTÍVEL do mundo... Isso mesmo que você leu. Com a curadoria de Miss Cakehead levou mais de 2000 horas para assar todos os doces, 900 para decorá-los e mais de 600 kg de açúcar para criar as tão deliciosas guloseimas.

São três andares inteiramente comestíveis com o total de 8 salas de degustação onde você pode relaxar em uma saborosa banheira cheia de pipocas carameladas, comer almofadas de baunilha, tapetes feitos com 1081 merengues, paredes e janelas revestidas com 2000 macarons, guirlandas de marshmallow e decorações construídas inteiramente de bolos.

O hóspede pode comer tudo quanto conseguir... E aí, com certeza depois que sair deste hotel o mais sensato seria ir direto para um SPA...






 Apreciem sem moderação...
 

quinta-feira, 21 de março de 2013

Suíços criam canudo que filtra água contaminada

Uma empresa suíça criou um canudo que elimina elementos nocivos à saúde encontrados na água contaminada, como bactérias e vírus. Cada canudo possui um potente sistema de filtragem, que pode ser usado para limpar até 700 litros de água – quantidade média consumida anualmente por cada pessoa.

Batizado de LifeStraw (em português, “Canudo da Vida”), o tubo de plástico é bem mais grosso que um canudinho convencional e elimina praticamente todos os elementos nocivos que contaminam a água, responsáveis por causar doenças como cólera, diarreia e febre tifoide. Além disso, o “Canudo da Vida” destrói 99% dos vírus que circulam no sistema de filtragem, elaborado a partir de fibra halógena.

Ao longo de uma série de testes, a Universidade da Carolina do Norte comprovou que o canudo consegue filtrar totalmente as amostras de água contaminada com as bactérias Escherichia coli B e Enterococcus faecalis, além do vírus MS2 colifago, iodo e prata. Assim, as cobaias ingeriram água potável por meio do canudo de filtragem instantânea.

No entanto, o LifeStraw não consegue eliminar metais pesados da água, como ferro e flúor, e também não está apto a remover parasitas, como a giárdia e o criptosporídio. Cada canudo, que tem menos de 25 centímetros de comprimento, pode filtrar até 700 litros de água – estimativa média do consumo anual de água por pessoa.

Agora, o objetivo dos criadores é levar o produto a ONGs e grupos de ajuda humanitária, mas, de acordo com o CEO da empresa, Mikkel Frandsen, nem todos demonstram interesse por soluções que melhorem o acesso e a qualidade da água nas regiões carentes. “Ninguém está estrelando uma campanha de erradicação da diarreia”, declarou o CEO para a Scientific American.

A empresa de relações públicas Saatchi & Saatchi indicou o Canudo da Vida como a principal ideia que mudará o mundo nos próximos anos, em uma competição recente entre inovações tecnológicas com impacto na ajuda humanitária, na educação e na medicina. O grupo Vestergaard Frandsen, que desenvolveu o sistema, recebeu uma quantia de 100 mil dólares para ser investida no produto.

Fonte: Ciclovivo
 
 

quinta-feira, 14 de março de 2013

As menos Sexys de Hollywood...

1 - Kristen Stewart: A vampirinha das telas da séria Crepúsculo foi a grande "campeã" do site inglês como a hollywoodiana com menos sex appeal de todas. Sua face pouco expressiva já gerou polêmica: enquanto alguns acham extremamente sexy o ar "misterioso" da atriz, outros a acham "sem sal". Parece que no ranking a grande vencedora, na verdade, saiu perdendo.
 
2 - Sarah Jessica Parker: A atriz foi imortalizada como a personagem de Sex And The City, a sonhadora e fashion Carry Bradshaw. Enquanto ela é tida como ícone de moda e exemplo para as mais antenadas, parece que não desperta o mesmo interesse nos homens, que a consideram magra demais e com um nariz muito grande. É, Sarah, não se pode ter tudo, certo?!
 
3 - Lindsay Lohan: Ela já foi uma das queridinha de Hollywood e era grande promessa no universo das celebridades. Contudo, após escândalos, prisões e (muita) plástica, parece que a atriz Lindsay Lohan deixou de ser vista como promissora e bonitinha e não atrai o público masculino.
 
4 - Denise Richards: A atriz Denise Richards tem muitos detalhes que chamariam a atenção de qualquer um: grandes olhos brilhantes, cabelos esvoaçantes, pele bronzeada e corpo escultural. Contudo, parece que ela é o tradicional caso de quem peca pelo excesso, e não fica muito sexy toda montada.
 
5 - Kirsten Dunst: A atriz de Mary Jane e Maria Antonietta pode ser elegante e parecer o sonho de qualquer rapaz romântico nas telas, mas, pela colocação como quinta diva menos sexy de Hollywood, parece não fazer o tipo dos homens de carne e osso.
 
6 -  Mischa Barton: Mischa ficou em sexto no ranking das menos sexy da indústria cinematográfica norte-americana.
 

7 - Hilary Swank: parece que a "Menina de Ouro" não levou ouro na categoria: sedução. Ainda assim, é inegável a simpatia que Hilary exala.
 
8 - Lucy liu: o irônico é que Lucy Liu já foi considerada um fetiche na época das "Três Panteras", quando estrelava na pele da morena das três espiãs supersexy. O que será que aconteceu para ela ser considerada a oitava menos sexy de hollywood?
 
















 
 9 - Tilda Switon: Tilda é uma das atrizes com aspecto mais exótico e um ar nórdico. Parece que não agradou muito ao júri do MenKind.
 
10 - Uma Thurman: outra diva que já foi considerada sonho de consumo pelos homens e que, aparentemente, não faz mais tanto sucesso.




quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

A maldição do Porsche de James Dean...

Em 30 de setembro de 1955, James Dean, o "Golden Boy", como era chamado, morreu aos 24 anos em um acidente automobilístico a bordo de seu Porsche 550, no auge de sua carreira. Mesmo após mais de 50 anos depois de sua partida, James Dean até hoje leva as mulheres ao delírio, astro de filmes famosos como "Reb...eldes sem Causa" e ídolo de toda uma geração.

O Porsche 550 de James Dean tratava-se de um dos carros esportivos mais conhecidos da história, com motor de 4 cilindros e 1500 cilindradas, com 100 cavalos de potência.Os fãs se negam a acreditar no desaparecimento do ídolo e dizem que ainda está vivo, mas teria ficado desfigurado depois do acidente.

O que de fato aconteceu após o acidente foram incidentes estranhos com os donos das peças que restaram do carro de Dean. Mortes, acidentes raros e, o mais absurdo de tudo, o Porsche 550, apelidado por Dean de "Little Bastard", simplesmente desapareceu.

Dean iria participar de uma competição e queria ter uma idéia de como o carro se comportaria na hora de enfrentar seu primeiro desafio na estrada. Mas seus amigos já o haviam advertido sobre o perigo que iria correr ao dirigir uma máquina de grande potência.

Acompanhado por um amigo, Dean bateu em um Ford Custom Tudor modelo 1950, que vinha na direção oposta. O acompanhante de Dean quebrou uma perna e sofreu contusões múltiplas e cortes por todo corpo, mas o astro morreu a caminho do hospital. O motorista do outro carro pouco se machucou e declarou que não viu o carro de Dean se aproximando de frente.

Mas a tragédia não acabou com a morte de Dean.Ao redor dos restos desse Porsche tem ocorrido uma série de histórias que sempre levam a mesma questão.

A companhia de seguros vendeu o que restou do carro; foi então que começaram as sucessivas tragédias: George Barkuis, o motorista que dirigia o caminhão que foi buscar o carro "destroçado", morreu quando o Porsche caiu sobre ele no mesmo lugar do acidente.

Um especialista em carros para Hollywood chamado George Barris comprou o carro por US$ 2 500. Quando o carro chegou à garagem de Barris, ele deslizou e caiu sobre um dos mecânicos que o descarregavam, quebrando suas pernas. Com muito medo, Barris começou a separar as partes do carro que poderiam ser revendidas, o que não seria difícil. Barris afirmou que nunca teve boas sensações perto do 550, pelo contrário, mas acreditava que eram apenas superstições.

Mas suas suspeitas se confirmaram em outubro de 1956, quando a pessoa que havia comprado o motor do carro de Dean (Troy Mc Henry, um médico de Beverly Hills) morreu ao usá-lo pela primeira vez em seu carro. Logo depois, outro de seus clientes - William Eschrid, que comprou o câmbio do veículo - bateu o carro violentamente, mesmo assim sobreviveu e contou que seu automóvel simplesmente travou bruscamente sem explicação.

As rodas foram vendidas a um jovem que uma semana depois se envolveu em um acidente devido a um defeito nas rodas que pertenceu ao Porsche de Dean. Em uma corrida internacional, um menino tentou roubar o volante do Porsche de Barris (que antes foi de Dean) e cortou o braço.
Tentando se livrar da má sorte do carro, Barris emprestou para a polícia da Califórnia o que restava da carroceria do 550, para utilizá-la como exemplo da imprudência no trânsito. Antes que as autoridades o levassem, a garagem onde estava guardado pegou fogo e misteriosamente o Porsche de Dean se salvou, ao contrário do resto dos carros estacionados no local que ficaram completamente destruídos com as chamas.

No dia em que o carro foi colocado em uma exposição em Sacramento, caiu do estande e machucou um adolescente. Quando o carro foi transportado para uma exposição próximo da cidade de Salinas, o caminhão patinou na pista e bateu. O motorista morreu.

Em 1958, Barris emprestou a carroceria do Porsche 550 para ser exposta em uma amostra sobre segurança veicular em Miami, Flórida. Quando o carro foi colocado em cima do caminhão para ser levado a Los Angeles desapareceu misteriosamente. Nunca chegou ao seu destino. Até hoje o paradeiro do "Little Bastard" é desconhecido por completo.

A sorte do acompanhante de Dean também não foi a melhor. Em 1981, Wuetherich morreu em um acidente automobilístico na Alemanha, quando dirigia um Honda.

Texto de
Diego Vieira
Administração Imagens Históricas
 
Fotografia realizada poucas horas antes de sua morte
 
 

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

ManHands...

Um homem que estava cansado dos "aromas femininos" decidiu criar sua própria linha de sabonetes. Cerveja, dinheiro, bacon, luva de beisebol e até mesmo sujeira foram algumas das "fragrâncias escolhidas por Adam Anderson, o inventor norte-americano de 27 anos. As informações são do site Daily Mail.
Após perceber que todos os sabonetes têm componentes como lavanda e baunilha, Anderson resolveu misturar cacau, óleo de palma e glicerina, a fim de criar aromas "másculos". "Tudo começou há alguns meses, quando fui lavar as mãos e percebi que todos os sabonetes perfumados que tínhamos em casa eram 'femininos'", disse. "Eu pensei comigo mesmo: 'esses não são os aromas que as mãos de um homem devem ter'. Algo precisava ser feito e foi assim que a ManHands ganhou vida", completou.
Anderson ainda contou que nunca havia feito sabonetes antes, mas que, depois de algumas semanas de pesquisa, já havia produzido o primeiro lote, com 12 diferentes aromas, diretamente de sua cozinha. "Eu sentei e pensei sobre o que foram alguns dos cheiros favoritos do mundo. Coisas como bacon, grama recém-cortada e até mesmo pipoca com manteiga", contou.
A novidade, que custa £ 4,40 libras (cerca de R$ 12), já ganhou adeptos, inclusive do sexo feminino. "Embora a marca se chame ManHands (mãos de homem, em tradução livre), os sabonetes não são feitos apenas para eles. Muitas mulheres curtem exatamente os mesmos aromas", explicou o inventor.
 
 
 

Para refletir...

Recebi esta mensagem de um amigo muito especial e resolvi compartilhar com todos rs... Excelente dia ;)
 
 
“Oi, minha princesa mais linda do mundo.
 
Estava te observando… Você anda tão triste, tão caída, tão machucada. Você tem distribuído sorrisos só para esconder as lágrimas, você pode enganar as pessoas que estão ao seu redor, mas eu conheço seu coraçãozinho. Eu tenho visto cada noite em que você se deita e chora se sente sozinha, acha que ninguém te ama você tem vontade de ter um lar mais unido.
 
Eu tenho visto os seus amores não correspondidos, o quanto tem te machucado isso minha pequena… Não se preocupe, o seu príncipe está guardado. Lembra-se de quando você entregou sua vida em minhas mãos? Então… Eu já tomei conta dos seus problemas sem soluções, eu já preparei o seu escolhido...
 
É aquele mesmo que você tem deitado na cama e sonhado com ele, aquele que vai te ajudar, te levantar quando você cair, aquele que vai acordar do seu lado, olhando nos seus olhos e dizer que te ama. Eu vejo você tentando melhorar a cada dia.
 
Antes mesmo de você nascer eu te escolhi, escrevi uma história linda para você, com um final feliz, aquele perfeito.
 
O seu lugar aqui nos céus do meu lado está guardado meu anjinho. Quando você se sentir sozinha olhe para os céus, para as estrelas, para a lua, para o dia lindo que surgiu e lembre-se que eu estou do seu lado mesmo você não me vendo, e que eu te amo incondicionalmente.
 
  Lembra-se das suas promessas? Elas vão se cumprir, você vai ser um exemplo de vida. Só me promete que sempre vai me deixar ser dono do seu coração, ser a primeira opção na sua vida sempre, que tudo que eu planejei para sua vida vai se cumprir perfeitamente.” - Deus
 


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Cenas bizarras no transporte coletivo

Bom dia!!! faz algum tempo que não faço aqui uma boa galeria de dez casos curiosos não é mesmo? Hoje para quebrar este jejum farei uma pequena desta vez ok?
Algumas cenas bizarras e até surreais de coisas que acontecem nos transportes públicos nos EUA... Você já viu algo similar no seu dia a dia?
 
 
 
 
 
 

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

O obscuro por trás da Estátua da Liberdade...


Alguns símbolos representam coisas boas, outros  coisas ruins mascarados por supostas “fachadas”.
 
No canal History Channel do dia 16 de dezembro de 2010 foi ao ar uma matéria que deixou muitas pessoas confusas, amedrontadas e com raiva. Depois reprisou mais duas vezes e uma das vezes foi no ano passado, mais ou menos no meio do ano e foi quando eu pude assistir.
 
Todos sabem que a Estátua da Liberdade, na verdade foi um presente de uma sociedade secreta francesa para os Estados Unidos e não do Governo Francês e que seus criadores: Frederic Bartholdi que a projetou, Gustave Eiffel que projetou estrutura de suporte interno e Richard Hunt que projetou o pedestal que foi uma imposição para o presente para que desta forma muitas pessoas pudessem vê-la. Estes três eram maçons, familiarizados com o ocultismo e também com o simbolismo e filosofias dos Illuminati. O estranho é que mesmo sendo considerada um símbolo da liberdade, seus pés sobre o pedestal estão acorrentados. Duvidosa esta liberdade e iluminação mundial não?
 
A princípio era para ser colocada no Egito, porém o Governo Egípcio recusou o presente, então Bartholdi mudou um pouco o design e ofereceu aos Estados Unidos.
 
O nome original era “A Liberdade Iluminando o Mundo” e não “Estátua da Liberdade”, notou algo parecido com iluminando, iluminismo, iluminação? O sol, inteligência, brilho, brilhante, Lúcifer que era um anjo de luz? Percebeu o jogo de palavras? Para eles, o conhecimento é o poder e os demais devem permanecer na escuridão e na ignorância.
 
"Assim, ' Satanás', uma vez que ele deixa de ser visto no espírito supersticioso, dogmático e filosófico das Igrejas, cresce para a imagem grandiosa do que fez um ser terrestre virar um homem divino, que lhe deu, ao longo do longo ciclo de Maha- kalpa a lei do Espírito da vida, e fê-lo livre do Pecado de Ignorância, portanto, da morte " - Helena Blavatsky - A Doutrina Secreta VI, p. 198
"Assim Lúcifer - o espírito da Iluminação Intelectual e da Liberdade do Pensamento - é metaforicamente, o farol guia, que ajuda o homem a encontrar seu caminho através das rochas e bancos de areia da Vida, já que Lúcifer é o Logos em sua plenitude." Helena Blavatsky , HP - A Doutrina Secreta, v. II, p. 162
 
"Tanto o afundamento da Atlântida e da história bíblica da queda do homem significam a involução espiritual - pré-requisito para a evolução do consciente." Manly P. Hall - Os Ensinamentos Secretos de Todos os Tempos p. 83
 
Na realidade existem centenas de enormes “Estátuas da Liberdade” por todo o mundo, na França mesmo existe uma quase igual que também fica em uma ilha, no Rio Sena e foi criada em 18889, apenas três anos após a dos Estados Unidos... Mas não era um símbolo da América?!
 
Alguém já ouviu falar no Colosso de Rodes? Uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo? Ele representava o deus grego Hélios que é o deus do sol, também ficava localizado em uma ilha e de frente para o mar, tinha 107 metros de altura e era representado como um olho que tudo vê, assim como os Illuminati.
"Esta gigantesca figura dourada, com a sua coroa de raios solares e sua tocha erguida, significava ocultamente o glorioso homem sol dos mistérios, o salvador universal”. (Manly P. Hall – Os Ensinamentos Secretos de Todos os Tempos p. 189).
 
Emma Lazarus é mais conhecida por escrever The New Colossus ("O Novo Colosso"), um soneto escrito em 1883, que foi gravado em 1912 numa placa de bronze no pedestal da Estátua da Liberdade. O soneto foi solicitado por William Maxwell Evarts como uma doação para um leilão realizado pela Art Loan Fund Exhibition in Aid of the Bartholdi Pedestal Fund for the Statue of Libertypara angariar fundos para construir o próprio pedestal.
 
O Novo Colosso
“Não como o gigante de bronze de Grega fama,
Com pernas abertas e conquistadoras a abarcar a terra
Aqui nos nossos portões banhados pelo mar e dourados pelo sol se erguerá
Uma poderosa mulher com uma tocha cuja chama
É o relâmpago aprisionado, e o seu nome,
Mãe dos Exílios. Do farol de sua mão
Brilha um braço acolhedor universal; os seus olhos suaves comandam
O porto unido por pontes que enquadram as cidades gêmeas.
“Mantenham, terras antigas, a sua pompa histórica!”, ela clama
Com lábios silenciosos: “Dai-me os seus fatigados, os seus pobres, as suas massas encurraladas
Ansiosas por respirar a liberdade.
O miserável refúgio das suas praias abundantes,
Envia-me estes, os sem abrigo, os arremessados pela tempestade,
Pois eu erguerei o meu farol ao lado do portal dourado”
 
Na verdade a estátua da Liberdade é o Novo Colosso de Rodes, há uma placa visível por fora da mesma afirmando e para fixarem a placa, fizeram uma cerimônia maçônica.
 
"Neste local em cinco de agosto de 1884, a pedra angular da estátua da Liberdade iluminando o Mundo foi colocada com uma cerimônia de William A. Brotte, William A. Brodie, Grande Mestre Maçon do Estado de Nova York. Membros da loja maçônica, representantes do Governo dos EUA e da França, oficiais do exército e da marinha, membros de Legações Estrangeiras e cidadãos ilustres estiveram presentes. Esta placa é dedicada aos maçons de Nova York, em comemoração do 100º aniversário daquele acontecimento histórico”.
 
A tocha que a Estátua da Liberdade segura representa a tocha de prometeu que roubou do Olimpo e deu para a humanidade e que no ocultismo significa Lúcifer.
 
Helena Blavatsky explica em “A Doutrina Sagrada” volume 2 pág. 244 a alegoria de Prometeu que rouba o fogo divino a fim de permitir aos homens prosseguir conscientemente no caminho da evolução espiritual, transformando assim no mais perfeito dos animais na terra e um deus em potencial, e os libertando para tomar o reino dos céus através da violência. Por isto também, a maldição pronunciada por Zeus contra Prometeu.
 
"Lúcifer, o portador da Luz! Nome estranho e misterioso para dar ao Espírito das Trevas! Lúcifer, o Filho da Manhã! É ele quem traz a luz, e com seus esplendores intoleráveis, cega as almas fracas, sensuais ou egoístas? Não duvide disso! " - Albert Pike - Moral e Dogma p. 321
  
Na cabeça da Estátua assim como em sua base há uma estrela flamígera, mas na verdade são chifres em sua cabeça, ao todo sete e representam os raios do sol, irradiando para fora de sua mente, e, simbolicamente, representa as sete artes e ciências liberais, assim uma base de conhecimento essencial.
 
Ela também segura um livro, obviamente símbolo do conhecimento e da informação, mais uma vez se encaixando com o tema do conhecimento e da informação, por que o conhecimento é poder, e é isso que os Illuminati têm.
 
 "Esta serpente, Satanás, não é o inimigo do homem, seja ele quem fez da nossa raça deuses, conhecendo o bem e o mal, ele ordenou 'Conheça a ti mesmo' e ensinou a iniciação. Ele é o 'Diabo' do livro de Troth, e Seu emblema é o Baphomet, o Andrógino que é o hieróglifo da perfeição arcana" – Aleister Crowley - Magia: A Teoria e Prática, p. 193
 
 Em homenagem à deusa da Razão, a deusa do iluminismo e inspirada na revolução, seu rosto fora cunhado como o da própria mãe e o corpo no de sua amante.

Sete é um número cabalístico, para os cristãos o número da perfeição. Ele também está associado a ela. Abaixo de sua coroa de 7 pontas, possui 25 janelas que somando 2+5 = 7. Seu pedestal possui 4 colunas gregas em casa lado 4x4 = 16 > 1+6 = 7.

Na tocha existem “16 folhas” 1+6 = 7. Sua altura é de 151 pés, só que na realidade são exatos 151 pés e mais 1 polegada, ou seja, 151 pés são 1812 polegadas + 1 polegada = 1813 polegadas que divididos por 7 = 259 (2+5+9 = 16 > 1+6 = 7.

Bom, com tantas informações sobre a Estátua seria bem mais interessante dar uma olhada na matéria e tirar suas próprias conclusões...